Ir al contenido

Cesta

La cesta está vacía

Rembrandt
|

Rembrandt

Autorretrato de Rembrandt
Dados do artista
Nome completo:  Rembrandt Harmenszoon van Rijn.
Nacionalidade:  Neerlandês.
Ano de nascimento:  1606, Holanda.
Ano de falecimento:  1669, Holanda.
Estilo:  Barroco, escola flamenga.

Rembrandt foi um pintor e gravador holandês, principal participante do estilo barroco e da escola flamenga, considerado o artista pictórico mais talentoso e prolífico da história da Holanda.

As pinturas de Rembrandt não apenas oferecem uma proposta estética, mas também estão repletas de significado e simplicidade. Especialista em cenas tradicionais e bíblicas, ele fugia da ostentação estética e até provocativa que outros artistas barrocos exibiam.

Rembrandt nunca limitou suas obras a um estilo, nem se adaptou a uma corrente artística. Ao contrário, era ele mesmo quem liderava tendências, inovava e mudava sua forma de pintar constantemente.

Ao redor de seus quadros, foram feitos todo tipo de estudos históricos, teológicos e científicos: as temáticas, a composição dos pigmentos, a forma das pinceladas, as cores, etc.


Quadros de Rembrandt

A obra pictórica de Rembrandt está exposta nos museus mais renomados do mundo, incluindo: El Prado, Louvre, Hermitage e MET New York, entre outros. Aqui apresentamos seus 12 quadros mais importantes. Para comprar, acesse a loja na seção quadros de Rembrandt a óleo.



  • "O retorno do filho pródigo"

    A obra "O Retorno do Filho Pródigo" foi pintada entre os anos 1963 e 1965 pelo neerlandês Rembrandt, pintor e gravador, máximo expoente do estilo barroco.

    Os elementos do quadro não foram deixados ao acaso, foram realizados estudos de cada detalhe, expressões dos rostos, posturas corporais, cores e iluminação, cada aspecto foi minuciosamente pensado pelo pintor, atendendo à sua própria Fé.

    A cena representa a parábola do filho pródigo, narrada no capítulo 15 do Evangelho de São Lucas, especificamente, quando o jovem arrependido e envergonhado retorna à casa do pai, após ter gasto toda a sua herança.

    Ao vê-lo de longe, o pai corre ao seu encontro com alegria, e o filho se prostra diante dele. Para explicar o acontecimento, o pai grita para todos: "Este meu filho estava morto e voltou à vida, estava perdido e foi encontrado". Enquanto isso, o irmão mais velho e seus amigos o olham com desprezo.

    Atualmente, a obra está exposta na pinacoteca do Museu do Hermitage, São Petersburgo, Rússia.


  • "Auto-Retrato"

    Ao longo de sua carreira, Rembrandt realizou numerosos autorretratos, este é o mais amplamente conhecido, foi pintado em 1659 e atualmente se encontra na Galeria Nacional de Arte, Washington D. C.


  • "Revolta dos batavos"

    Obra de Rembrandt considerada a mais completa em sua narrativa e simbologia, apresenta um pedaço da história do século 1 a.C. sobre um pequeno povo que conspirava contra o grande império romano e seu césar. Pintada em 1662, atualmente no Nationalmuseum, Estocolmo.


  • "Tempestade no mar da Galileia"

    Esta é a principal peça roubada no mais célebre roubo de quadros da história (ver na Wikipedia), que ocorreu no Museu Isabella Stewart Gardner, Boston. Só se conserva uma fotografia de boa resolução tirada no final da década de 80.

    Trata-se da única marinha conhecida de Rembrandt, daí sua raridade e valor especial, pintada em 1633. Representa uma cena bíblica do Novo Testamento, onde o mar da Galileia se torna tempestuoso enquanto os 12 apóstolos e Cristo navegam numa pequena barca a remo e vela. A figura do Messias iluminada e em paz, no meio dos discípulos desesperados, o movimento das águas, a embarcação e o trabalho de claro-escuro sobre a tela, são os elementos artísticos mais destacados da pintura.

    Atualmente não se conhece o paradeiro da tela, os especialistas acreditam que esteja atualmente em mãos de máfias, e que seja usada como moeda de troca e garantia de pagamentos entre organizações criminosas.


  • "A lição de anatomia do Dr. Tulp"

    Quadro a óleo sobre tela pintado por Rembrandt em 1632. Retrato grupal em estilo barroco, onde 7 alunos do célebre médico holandês Nicolaes Tulp estão assistindo às suas lições de anatomia.

    Atualmente pertence à Galeria Real de Pinturas Mauritshuis, Holanda.


  • "O rapto de Europa"

    Paisagem fictícia com personagens mitológicos, pintado por Rembrandt em 1632.

    Alegoria ao estilo barroco, com elementos de claro-escuro, onde se vê o personagem grego "Europa", sendo raptada por Zeus sobre um touro branco. Enquanto atravessam o rio, suas amigas assustadas e sem poder fazer outra coisa, ficam na margem.

    Atualmente no Museu J. Paul Getty, Califórnia.


  • "A ronda noturna"

    Este é o quadro mais famoso de Rembrandt, pintado em 1642, considerado uma das obras-primas do século de ouro holandês. É a obra mais complexa do autor, o quadro em si inclui todo tipo de detalhes na paisagem e nos personagens, cada rosto, olhar e objeto está medido ao milímetro pelo criador.

    É um retrato militar múltiplo, realizado por encomenda, como o pintor costumava fazer nestes casos, cobrava cada uma das pessoas que pintaria na tela.

    Atualmente encontra-se no Rijksmuseum, Amsterdã.


  • "Os Síndicos"

    Óleo sobre tela do holandês Rembrandt, pintado em 1662.

    Conhecido como o último grande retrato coletivo encomendado ao artista, neste caso trata-se de 6 integrantes de uma confraria, com seus trajes holandeses típicos, ao redor de uma mesa vermelha, estão no que parece ser um mercado de tecidos.

    Encontra-se no Rijksmuseum de Amsterdã.


  • "Festa de Belsazar"

    Cena do livro do profeta Daniel (Antigo Testamento), onde se vê como Deus anuncia ao rei da Babilônia a destruição de seu reino. Pintado por Rembrandt em 1635. Atualmente encontra-se na National Gallery, Londres.


  • "A noiva judia"

    Em neerlandês: Het Joodse bruidje, é uma obra a óleo do período barroco pintada por Rembrandt em 1669.

    Apesar do título, que foi inventado após a morte do pintor, até hoje os especialistas não concordam sobre quem são os personagens, nem qual é a intencionalidade e o significado da pintura, já que carece de elementos contextuais que permitam uma análise mais completa.

    Atualmente pertence à coleção do Museu Nacional de Amsterdã (Rijksmuseum).


  • "Danae"

    Quadro com uma clara estética barroca, pintado por Rembrandt em 1636. Mostra uma cena mitológica grega, onde a deusa Dánae recebe Zeus na forma de chuva dourada. Atualmente exposto no museu Hermitage.


  • "A Ressurreição de Lázaro"

    Pintura barroca realizada por Rembrandt Harmenszoon van Rijn em 1633.

    Cena bíblica famosa, onde Jesus ressuscita seu amigo.

    Atualmente pertence ao Museu de Arte do Condado de Los Angeles, EUA.

Você quer um quadro a óleo inspirado em Rembrandt em sua casa?
Peça na seção de quadros a óleo de Rembrandt

Pintores famosos relacionados:


↑Voltar ao topo